Fim de Festa

De Alex Scott

Em um bar da cidade em plena tarde de domingo. Um homem está sentado em uma cadeira de metal e na sua frente existe um copinho de pinga popularmente chamado de shot, ele já está na quarta dose. Na TV está passando um programa de auditório para classes C e D. O apresentador estava promovendo um concurso para descobrir a nova loira do Tchan. Era um dia terrível.

– Mais uma dose – Diz o homem.

– Segundona já tá vindo ae, falta menos de 11 horas. – comenta o barman enquanto enxugava um copo de vidro com um pano branco que estava em seu ombro.

– Não me lembre. Só de imaginar que terei que acordar cedo já me faz sofrer.

No meio da mistura do barulho da TV com um solo de saxofone de John Coltrane ele chega a seguinte metáfora.

O fim de semana é como se fosse uma grande festa. A sexta feira é quando você chega na festa, você ainda está enferrujado, está tentando acostumar com as luzes e com toda a alegria que o ambiente proporciona. Um garçom te oferece uma bebida com álcool, você bebe e já se sente mais relaxados. Os convidados começam a chegar aos poucos, a música começa a tocar.

O sábado é quando a festa está em seu pico máximo. Você já está sob o efeito da euforia do álcool e da música, a música está na sua parte mais animada, você já está de olho nas garotas. Você se aproxima, se apresenta, a garota começa a interagir com você, vocês trocam números de telefone. Você vai até o bar e pede mais uma bebida.

Ambos estão felizes, trocam beijos e caricias. – Meu bem, gostei muito de falar com você mas tenho que ir ajudar minha amiga a retocar a maquiagem – diz a garota te dando um selinho. Você volta para a pista de dança. Você está se divertindo. Você não quer que a festa acabe, você se sente livre e senhor do seu próprio destino.

O domingo é o fim de festa. Quando a maioria dos convidados já se foram. A garota do começo da festa está saindo com um homem que é o dobro do seu tamanho e muito mais bonito.

Os garçons já estão retirando as mesas. O DJ já colocou uma música mais lenta para já ir dispersando o restante dos convidados. Sobrou apenas os convidados desmaiados ou passando vergonha após abusarem da bebida. Uma faxineira começa a varrer o chão. No banheiro você pode escutar uma pessoa passando mal. A música para bruscamente, o DJ está com pressa, ele arranjou uma loira bêbada louca para ter uma noite de aventuras.

A faxineira coloca as cadeiras em cima da mesa e começa a lavar o chão. A luz é desligada e você fica no escuro sozinho pensando: “Bem que esse fim de semana podia não acabar”.

Olá, tudo bem? gostou do conto? por favor vote, compartilhe e comente me ajudará muito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s